Ariel Pink - Dedicated To Bobby Jameson

Ariel Pink - Dedicated To Bobby Jameson
  • Ano: 2017
  • Selo: Mexican Summer
  • Produção: Ariel Pink
  • # Faixas: 13
  • Estilos: Indie, Singer-Songwriter, Psicodélico
  • Duração: 46:12
BBBBa

Ariel Rosenberg é Ariel Pink, figura amalucada, cabeçuda, controversa, uma das personae non gratae mais amadas do Indie Alternativo. O artista tem trabalhos lançados desde o início do milênio, mas foi com pom pom (2014) este que talvez seja o trabalho mais protuberante da carreira do artista, que a figura de Ariel Pink se estabeleceu.

Dedicated To Bobby Jameson atua na mesma linha de seu antecessor, na qual cada faixa no álbum fala por si só, mas parecem unidas por uma vibe mágica, algo que ultrapassa um consenso na mixagem, e só pode ser entendido como um toque de midas psicodélico do dedo de Rosenberg.

Bobby Jameson, por sua vez, foi um artista estadunidense, geração anos 60, que desistiu de sua carreira na música após, digamos assim, inúmeras desventuras em série. O artista manteve um blog e um canal no YouTube até o ano de sua morte, 2015, no melhor estilo Dr. AMP da série Twin Peaks. Descoberto por Ariel Pink recentemente, os desgostos de Jameson ressoaram de tal forma que o artista achou por bem dedicar este álbum a ele. Jameson também atua como um patrono discreto do trabalho, habitando as maluquices e os momentos mais inspirados das melodias.

Não será nenhuma surpresa, portanto, dizer que Dedicated To Bobby Jameson atua como uma máquina do tempo que pincela a Psicodelia dos anos 60, o Rock Progressivo dos 70 (essa capa meio Frank Zappa meio Black Sabbath não mente), e o Synthpop-raiz dos 80. É uma mistureba que, como já dissemos, cola uma coisa na outra graças ao tempero Lo-Fi (não se engane, tudo aqui é feito com aparelhagem de quilate). É muito como outras bandas que resgatam tempos idos da bicho-grilice fazem: Connan Mockasin, King Gizzard and The Lizzard Wizard, e, é claro, Animal Collective.

Dedicated To Bobby Jameson é um retrato melancólico, cínico, exagerado e bastante honesto de Ariel Pink. Não fica devendo nada ao passado do músico, enquanto mantém os parâmetros elevados para os fãs mais exigentes. Vai que vai.

(Dedicated To Bobby Jameson em uma música: Another Weekend)

Bom para quem ouve: King Gizzard & The Lizard Wizard , Connan Mockasin , Animal Collective

Artista: Ariel Pink

Marcadores: Psicodélico, Indie, Singer-Songwriter