serpentwithfeet - soil

serpentwithfeet - soil
  • Ano: 2018
  • Selo: Secretly Canadian/Tri Angle Records
  • Produção: serpentwithfeet, Mmph, Katie Gately, Clams Casino, Paul Epworth
  • # Faixas: 11
  • Estilos: Experimental, Gospel, Alt-R&B
  • Duração: 39:47
BBBBb

O poder que a música tem de tocar a alma é assustador. Assim, é compreensível o porquê de tantas instituições e casas religiosas utilizarem de melodias e arranjos potentes durante suas cerimônias para que seus fiéis tenham uma experiência cada vez mais grandiosa.

Josiah Wise, conhecido pela alcunha de serpentwithfeet, é uma daquelas pessoas que compreendem plenamente como utilizar este poder a ser favor, principalmente por seu background musical ser composto de muitas influências Gospel. Seu EP Blisters (2017) nos seduziu com uma sádica estratégia de nos apresentar apenas cinco amostras de uma mistura inédita e surpreendente, instigando nossa curiosidade ao extremo e nos deixando sedentos por mais. Agora, com seu disco de estreia, somos convidados a não só escutar um trabalho fantástico, como a participar de uma celebração de êxtase incontrolável.

soil, do inglês “solo”, traduz uma experiência complexa e nos conta uma história que vai a fundo na investigação psicológica e até mesmo metafísica. A sonoridade do EP ganha continuidade, com um toque R&B que se torna coadjuvante perante a presença de uma voz dramática e que encontra em seus arranjos tortos o único ambiente capaz de acolher sua dor e expressão (bastante parecido com o que James Blake faz com suas composições).

Ao contrário do que a influência Gospel possa sugerir sobre a construção do registro, suas faixas despertam em nós aquele sentimento glorioso, mas acompanhado dele um dilúvio de outros anseios. Ou seja, a cerimônia que presenciamos durante os quase quarenta minutos é intensa, e encarar este registro requer certa coragem (embora uma audição despreparada possa intensificar ainda mais o sentimento plural construído aqui). Desta forma, Josiah Wise junta elementos sagrados e profanos, construindo uma espécie de Evangelho psicológico de sua vivência, nos oferecendo a cada segundo uma sonoridade para nos focarmos. Como se ele fosse a autoridade religiosa desta casa e nós, os fiéis que o seguem cegamente.

Os clarinetes quentes e os vocais à la Frank Ocean de whisper diminuem aos poucos as luzes externas para que a atenção seja focada exclusivamente na fala de Josiah. wrong Tree, traz o contraste do peso do órgão Gospel vinculado às melodias e batidas típicas do R&B, evitando privilegiar um dos dois lados. fragrant é um tanto sádica, falando sobre uma vingança a cerca de um romance passado, mas que carrega a mesma carga das vinganças em histórias bíblicas.

invoice, mas delirante e psicodélica, deixa a voz de Josiah em primeiríssimo plano em um lamento profundo acompanhando de um arranjo de cordas melancólico misturado com uma batida profunda, quase flertando com a Trap Music. bless ur heart encerra o disco com uma elegia final, mostrando a potência e versatilidade de sua voz tanto para o canto sagrado e o R&B sorrateiro.

soil é uma estreia completa e que deixa poucas dúvidas sobre o talento de Josiah Wise. É uma experiência tocante e que certamente deixará uma marca no ouvinte, seja pelos mistérios existentes em cada um dos elementos, ou pela sinceridade que está em volta de suas letras. Um novíssimo testamento sobre a música Gospel e R&B.

(soil em uma faixa: fragrant)

Bom para quem ouve: ANOHNI , Frank Ocean , James Blake

Artista: serpentwithfeet

Marcadores: Alt-R&B, Gospel, Experimental