The Midnight Hour - The Midnight Hour

The Midnight Hour - The Midnight Hour
  • Ano: 2018
  • Selo: Linear Labs
  • Produção: Ali Shaheed Muhammed, Adrian Younge
  • # Faixas: 20
  • Estilos: Jazz, Soul, R&B
  • Duração: 60
BBBaa

Ali Shaheed Muhammed (A Tribe Called Quest) e Adrian Younge são dois caras com um cardápio de referências quase enciclopédico. Não à toa, quando ambos os artistas se juntam, é para compor um álbum que soa praticamente como um índice do bom gosto musical - é o caso do álbum There Is Only Now de Souls of Mischief, da trilha sonora de Luke Cage, seriado da Marvel, e deste projeto inédito The Midnight Hour, cujo lançamento se dá com o álbum homônimo.

O curioso de The Midnight Hour é que a feitura do álbum teve que ser interrompida momentaneamente para que os músicos pudessem terminar a trilha de Luke Cage. Por isso, notamos uma troca de influências carregada entre ambos os projetos. Ou seja, não será difícil perceber em The Midnight Hour uma atmosfera noir, carregada de influências do Jazz do Soul e do Funk: estilos que unidos deram origem ao Hip hop no Harlem dos anos 70 - de fato é como se Muhammed, Younge e Cage tivessem sido amigos de infância, compartilhando lembranças e trocando figurinhas musicais.

Há ainda um outro caso curioso por aqui, sintoma de um álbum que demora muitos anos a ser feito. Temos uma rara ocorrência de uma música original que é lançada depois do sample que a tornou conhecida. Me refiro a Questions, com participação de CeeLo Green, que já havia aparecido em untitled 06 | 06.30.2014 de Kendrick Lamar.

Há também uma certa erudição sonora: altíssimo bom gosto no que diz respeito a timbres, equipamentos e performances. Tudo de quilate, executado com destreza, e com uma cadência sofisticada de quem sabe o que está fazendo. Por ser um álbum objetivamente inspirado na música de outros tempos, no entanto, The Midnight Hour evoca um certo romantismo pro forma, como se o valor do trabalho estivesse mais na capacidade de emular suas influências do que no campo da originalidade.

Ou seja, The Midnight Hour evoca não só outros tempos, mas os valores vindos de outras épocas, como o virtuosismo técnico como critério de qualidade. Muhammed e Youngue transportam o final dos anos 70 para o final dos 2010 e assim experimentam, por um lado, como a música de sua infância ainda pulsa com vigor e, de outro, em quais aspectos já não respondem mais às perguntas de nosso tempo.

(The Midnight Hour em uma música: Questions)

Bom para quem ouve: August Greene , Terrace Martin , Black Thought

Artistas: The Midnight Hour, Ali Shaheed Muhammad, Adrian Younge

Marcadores: Jazz, R&B, Soul